terça-feira, 14 de maio de 2013

Dica: Hotel para Visto Americano - Consulado no Rio de Janeiro

Recentemente precisei renovar meu visto americano e fazer o primeiro visto da minha esposa e filho.

Como já tinha um bom tempo que planejávamos ir ao Rio de Janeiro, optamos por fazer os procedimentos nesta cidade, ao invés de São Paulo que seria mais perto.

Meu visto anterior eu havia feito em 2007 no Consulado Americano em São Paulo e na época lembro que minha entrevista apesar de marcada para as 10 da manhã e chegar antes das 09 na fila, saí do consulado quase as 13 horas. Muita coisa mudou desde então nos procedimentos para a emissão do visto, como a necessidade de separar dois dias, um para colher digitais e retirar as fotos e outro para a entrevista de fato. Onde quero chegar é, ficou muito melhor desta forma. Sim, precisa de dois dias, mas como estava de férias e já curtindo o Rio de Janeiro com a família, ficou ótimo.

Ficamos hospedados no Ibis Budget no centro (antigo Formule-1) bem em frente a praça Tiradentes.
Este hotel além de ser mais econômico, fica a aproximadamente 1,5km do consulado e do aeroporto.

Meu agendamento no CASV era para sexta feira as 10 da manhã. Saímos de taxi do hotel (aproximado 10km e custou R$ 25,00).

Cheguei no CASV com 20 minutos de antecedencia e entrei na fila dos agendamentos, lembrando que não é necessário levar a documentação da entrevista como imposto de renda, escritura, etc, leve apenas o passaporte e os formulários do agendamento conforme instruções do mesmo.

Apesar de ter detector de metais, no CASV é muito tranquilo e pode inclusive entrar com celular, desde que desligado. Todos que percebi eram brasileiros, simpáticos, ágeis e prestativos. Poucos minutos após as 10h já estava saindo do CASV com as digitais e fotos OK.

Já que estávamos de férias, aproveitamos para passear na lagoa Rodrigo de Freitas que fica bem ao lado do CASV. Acabamos caminhando até o Leblon.

A entrevista no Consulado estava marcada para segunda feira, também as 10 hoars da manhã. Como estávamos hospedados nesta noite em Copacabana, pegamos um taxi as 08h30 até o aeroporto (R$ 28,00 - atenção, no hotel ofereceram carro particular para o transporte até o aeroporto, porém por R$ 50,00), deixamos as malas, bolsas com celular, cameras, etc no guarda-volumes do Santos Dumont e fomos a pé até o consulado (aproximado 1km).

Chegamos ao Consulado Americano as 09h30 (não tinha calculado o calor que fazia, e estava ensopado de suor com a pequena caminhada carregando meu filho no colo, mas por sorte tinha babador e roupa reserva na bolsa dele que usei pra me secar hehe). A fila externa do Consulado no Rio de Janeiro era muito organizada, com plaquinhas separando as filas por horário. Quando cheguei, entrei na fila das 10 e havia umas 20 pessoas na minha frente. Logo passou uma funcionária conferindo os passaportes e documentos do agendamento. Dois minutos depois veio outra funcionária e perguntou a idade do meu filho (2 anos) e orientou a sair da fila e solicitar prioridade ao guarda na entrada do Consulado, passamos pelo raio-x (já sabia das restrições de eletrônicos e deixamos TUDO no guarda volumes do aeroporto) onde foi detectado e retirado uma pinça da minha esposa (os guardas / agentes de segurança foram muito educados, profissionais e simpáticos, deram a opção de deixar com guardadores fora do consulado, mas optei por jogar fora).

Uma vez dentro do consulado, nova conferência de documentos e as pessoas são encaminhadas para fila interna, como estava com criança ficamos numa fila separada e em menos de 5 minutos fomos chamados para a entrevista e mais 3 ou 4 minutos estávamos saíndo com os vistos aprovados. Apesar de a entrevista estar marcada para as 10 horas, as 09h45 já estávamos saindo em direção ao aeroporto.

Dicas práticas:

1 - hospede-se no Ibis Budget (para maior economia) ou outro hotel na região próxima ao consulado e tente agendar a entrevista para os primeiros horários, desta forma pode fazer o checkout no hotel após a entrevista com facilidade, sem a necessidade de utilizar o guarda-volumes do aeroporto.

2 - Se ficar em outro hotel e após a entrevista já for para o aeroporto, vá com antecedência para o aeroporto e deixe suas bagagens no guarda volumes do Santos Dumont. O guarda volumes fica proximo ao setor de embarque no lado externo do aeroporto.

3 - Depois de deixar a bagagem, se não quiser caminhar, ali mesmo no embarque pegue um taxi para ir ao consulado. Pegar o taxi no desembarque é MUITO mais barato do que pegar no desembarque, neste é tabelado e a corrida não sairá por menos de R$ 25 ou R$ 30,00.

4 - Se possível, deixe eletrônicos (celular, cameras, etc) no hotel ou junto ao guarda volumes, achei melhor do que deixar com os guardadores informais na porta do consulado, apesar de já ter lido vários depoimentos que foram bem atendidos, não quis arriscar.

Outras informações:

1 - Estava uma calor infernal no Rio de Janeiro em fevereiro, resolvi ir de bermuda ao consulado, apesar de ler bastante orientações dizendo o contrário. Claro, não fui com bermuda de praia ou shorts, mas com bermuda jeans abaixo do joelho. Acredito que uma coisa é ir ao Consulado Americano em São Paulo ou Brasília, onde o ambiente por si só exige uma roupa mais elabaorada, outra é ir ao Consulado no Rio que possui uma clima mais descontraído e QUENTE!

2 - Leve toda a documentação que achar necessária, de preferencia BEM organizada para não perder tempo na entrevista. Optei por uma pasta plástica com divisórias. Primeira divisória com documentos da entrevista, agendamento e passaporte. Segunda divisória imposto de renda e nas seguintes separe como achar conveniente, escrituras, documentos de carro, holerites / contra cheques, extratos bancários, conta de telefone, entre outros.

3 - No meu caso não solicitaram nenhuma documentação, melhor garantir levando tudo e não precisar do que solicitarem e não ter os documentos com você!

4 - A recomendação é ir ao consulado somente com a documentação, sem bolsas, etc, mas como estava com meu filho, levamos uma "bolsa de emergência" com muda de roupa, garrafinha de água/lanchinho e com excessão da pinça, entramos sem problemas com ela.

No mais, boa sorte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário